Variedade no Sex Shop: Da lingerie ao anel peniano

by - outubro 20, 2019

Pixabay

Após encerrar a carreira de piloto por causa da sua gravidez e ficar viúva de seu marido, a alemã Beate Uhse (1919-2001) procurou empreender e vender seus  produtos de porta a porta, além de compartilhar conhecimentos sobre sexo e o uso do anticoncepcional.
Apesar de muitos julgamentos por parte de pessoas caretas, o primeiro sex shop foi inaugurado por volta dos anos 60 com um nome bem diferente o “Instituto de Higiene Conjugal” para não chocar e atrair pessoas que estivessem interessadas em novidades sobre a vida sexual.
Esse tipo de serviço deu tão certo, que logo se expandiu pelo mundo e o Brasil hoje é um dos países que mais fazem compras em sex shop. A movimentação nesse mercado já ultrapassa a marca de 1 bilhão por ano e nem em tempos de crise as pessoas deixam de utilizar os produtos deste segmento.
A lista de produtos vendidos em um sex shop é extensa. Tem roupa íntima como a lingerie, uma preferência nacional que é o fio dental e muito sensual. Fantasia sensual para despertar a criatividade, plugs, anéis vibratórios, jogos adultos e até produtos cosméticos para quem quer descobrir novas formas de prazer, seja acompanhado ou sozinho.
Um dos produtos mais vendidos são os anéis penianos. Cada vez mais usados por casais ou até mesmo sozinhos. O anel peniano é um tipo de vibrador em forma de anel que deve ser utilizado na base do pênis. Este aparelho tem dupla função, pois além de ajudar a retardar a ejaculação, tornando a relação sexual mais duradoura, também estimula a parceira através da vibração.
O primeiro sex shop online no mundo surgiu em 1995 e se tornou uma grande revolução nesse tipo de empreendimento. Onde mais de 90% dos negócios desse segmento é feito por e-commerce e é a preferência de homens e mulheres que tem vergonha de ir a uma loja física ou as que não trocam sua privacidade e comodidade de receber o produto em sua casa mesmo.
Na internet as pessoas se sentem mais a vontade para realizar suas compras sem constrangimentos. E as campeãs de vendas são os produtos femininos. Mulheres adoram ficar perfumadas e as bolinhas de óleo para banho, os  produtos para massagens estão entre os favoritos, além da tradicional lingerie que é muito boa para apimentar a relação e deixar a mulher muito mais bonita.
E os homens também não ficam de fora. Tudo que apimente a relação ou saia da rotina é do interesse masculino. Eles gostam de ver tudo, mas sentir é essencial e os estimulantes como óleos de massagem e pomadas estão no topo dessa lista.
O mercado erótico cresce e muito no mundo. Aqui no Brasil já podemos contar com diversas lojas físicas, outras online e até com eventos e feiras de exposição de produtos voltados para este segmento. Hoje em dia essas empresas procuram se reinventar, tornar seus ambientes lugares mais íntimos, discretos para da melhor forma atender seus clientes e atrair novos.
As vendas diretas são perfeitas para quem ainda está começando a experimentar produtos de um sex shop, onde a cliente pode conversar direto com a vendedora para lhe auxiliar nas escolhas específicas.
E o serviço de sex shop tem se tornado tão presente em nossas vidas que já é possível encontrar produtos específicos para casais evangélicos. Que não possuem nenhum problema em admitir que o apetite sexual faz parte da vida de um casal cristão.
E podemos esperar por mais, já que este segmento não pára de crescer e tendo a tecnologia como sua aliada, novos produtos como um robô e outros acessórios eletrônicos ainda irá nos surpreender.
A tendência do sex shop é se distanciar da estética sensual, vulgar e se tornar um comércio de produtos voltados ao público adulto incentivando a quem não conhece experimenta-lo, conhecendo melhor a si e vivendo de maneira mais saudável.

You May Also Like

1 comentários