Cinco doenças vasculares e uma única prevenção

by - maio 23, 2019



Sofrimento que pode ser precavido com uma única atitude: check-up
Pixabay
As doenças vasculares ou arteriais causam danos em todas as artérias existentes no corpo humano, que têm como função oxigenar as veias. Um assunto ainda pouco abordado por não apresentar sintoma imediato.
Dr. Robert Guimarães, Cirurgião Vascular 

Para explicar sobre as doenças vasculares, Dr. Robert Guimarães, cirurgião vascular especialista no assunto, separou cinco enfermidades que englobam uma prevenção em comum: todas podem ser precavidas com um check-up. Confiram abaixo:
1ª – Aneurisma da aorta abdominal: é uma dilatação permanente da artéria aorta, que leva sangue com oxigênio a diversos órgãos e aos membros inferiores (pernas). O aumento do aneurisma é lento e gradual. É uma doença silenciosa que pode levar ao rompimento da parede da artéria, uma complicação mais séria com cerca de 80% de mortalidade. Ocorre de 4 a 6 vezes mais em homens do que em mulheres, por volta dos 65 a 80 anos. Inicialmente, não apresenta sintomas, sendo descoberto durante exames de rotina (check-up); 
2ª – Doença Arterial Periférica Obstrutiva: é uma doença que causa o estreitamento ou obstrução dos vasos sanguíneos arteriais que são os responsáveis por levar o sangue oxigenado para nutrir os membros, como braços e pernas. Aparece mais comumente nos membros inferiores (pernas), em pessoas acima dos 55 anos. Inicialmente, não apresenta sintomas. Porém, as pessoas que já possuem a doença têm mais chances de ter eventos cardiovasculares ou cerebrovasculares, como, infarto agudo do miocárdio ou acidente vascular cerebral, do que uma pessoa sem a doença, com a mesma idade;
3ª – Insuficiência Venosa Crônica: popularmente chamada de varizes, é uma doença que causa anormalidade nas veias como refluxo, obstrução ou ambos. Geralmente, acomete mais os membros inferiores (pernas). Cerca de 80% da população pode apresentar a forma mais leve da doença, sendo na maioria das vezes, assintomática. O incômodo ocorre mais devido os chamados vasinhos ou as veias superficiais esverdeadas ou azuladas que ficam mais aparentes. Alguns dos fatores que podem colaborar com o aparecimento são obesidade, história familiar, idade e ser do sexo feminino; 
4ª – Trombose Venosa Profunda: é uma doença causada pela coagulação do sangue no interior das veias, que são os vasos sanguíneos que levam o sangue com pouco oxigênio de volta ao coração. As veias mais comumente acometidas são as dos membros inferiores (cerca de 90% dos casos). Inicialmente, pode apresentar poucos sintomas, como inchaço e/ou dor, ou nenhum deles, sendo assintomática. É mais frequente em pessoas que fazem uso de anticoncepcionais ou tratamento de reposição hormonal, tabagismo, presença de varizes, tumores malignos, obesidade ou a história prévia de trombose venosa;
5ª – Pé Diabético: é  o nome que se dá ao conjunto de alterações e/ou complicações nos pés e nos membros inferiores (pernas) de pessoas portadoras de diabetes, tais como, formigamento, perda ou diminuição da sensibilidade nos pés, ressecamento ou feridas na pele com ou sem infecção, alterações da parte óssea do pé, podendo evoluir para amputação. Geralmente, ocorre devido ao mal controle da glicemia e a má circulação do sangue (doença arterial obstrutiva periférica). É importante que haja um acompanhamento médico regularmente para minimizar esses problemas e, se necessário, iniciar um tratamento precoce.
Todas essas doenças possuem uma característica importante para precaução, ao realizar um check-up, o médico especialista pode evitar que a situação se complique com medidas iniciais, como aconselhar uma mudança nos hábitos alimentares, atividades físicas e, caso necessário, receitar uma medicação.
Fica a dica, manter hábitos saudáveis e o acompanhamento médico podem salvar vidas, pois o cuidado tardio muitas vezes é seguido de sofrimento.

You May Also Like

0 comentários