Crianças e Cuidados com objetos pequenos e pontudos

by - agosto 24, 2017

Como sabemos, crianças tem mania de pegar seus brinquedos e coloca-los na boca, outros levam aos ouvidos e até o nariz.
Quem é mãe e pai, sabe que se cansa de avisar seus pequenos dos riscos, mas que nem sempre conseguimos evitar. Fazemos tudo que está ao nosso alcance tirando peças pequenas dos brinquedos, objetos pontudos e qualquer tipo de material que possa machuca-los...mas você da as costas por um segundo e La está o flagrante!
Os riscos de uma criança colocar um objeto na boca, como sabem é de asfixia, ficar preso no intestino, perfura-lo; entrar pelas vias respiratórias e bloquear a passagem de ar,das  narinas e ir para o pulmão... Nos ouvidos, perfurar o tímpano e perder audição!
Na hora a gente só pensa no pior. Não tem jeito.
Dependendo do tamanho e espessura do objeto, da para tirar em casa mesmo se tiver de fácil alcance. Mas caso esteja muito profundo e não é possível enxergar, nunca tente retirar sem auxilio médico, para não agravar a situação.
Minha filha tem 3 anos e me deu um baita susto na noite passada.Ela estava brincando com uns bonecos e quando percebi ela estava com um fio de cola quente nas mãos,questionei de onde era e o que fazia e ela me disse que tinha colocado no ouvido e comido!=O
Na hora fiquei com medo e procurei por todos os cantos os pedaços de cola e não encontrei. Depois de muito conversar com ela e a  resposta ser a mesma,de que havia comido e outras dizer que colocou no ouvido.Fui para o pronto socorro.Na boca não havia nada e sem sinais de engasgo e no ouvido tentei visualizar com uma lanterna,mas também não consegui ver nada!E ela não reclamou de incômodo.
Chegando à emergência, depois de responder todas as perguntas do médico, ele só fez exame ocular. Disse que se o objeto estiver dentro do ouvido, não poderia usar o otoscópio,porque iria afundar mais o objeto para dentro.A única coisa que receitou foi lavar com soro e retornar se sentisse qualquer incomodo.
Até agora não consegui visualizar nada e nada de sintomas... Mas mesmo na duvida se fez ou não, o melhor é se prevenir. Não queremos que nada de ruim aconteça com nossos pequenos, certo?
Por mais que nossos filhos sejam espertos e entendam os riscos, não podemos confiar. Criança é criança, uma hora ou outra vai aprontar!E ser pais é isso, ter mini-infartos todo santo dia rs


Até próximo post e me sigam @vedark.

You May Also Like

0 comentários